Objetivo

Produzir conhecimentos através de pesquisa básica e clínica, propiciar a formação de pesquisadores e profissionais competentes, com domínio técnico-científico em ciências da saúde, capazes de formar recursos humanos e produzir conhecimentos e/ou produtos inovadores e de relevância social.  

Histórico

O Programa de Ciências da Saúde foi proposto e foi recomendado pela CAPES em 2002. É fruto do esforço da UFCSPA em desenvolver a Pós-Graduação proporcionando a aglutinação das diversas áreas dentro da Instituição. O crescimento do Programa é comprovado pela grande afluência de candidatos de todo o Estado do Rio Grande do Sul e pelo interesse cada vez maior dos nossos professores de participarem do mesmo.

Perfil do Aluno

O aluno de Pós-Graduação tem o interesse pela pesquisa valorizado e incentivado neste Programa. A maioria dos alunos atuais do Programa, já participava das atividades de pesquisa, seja como bolsistas de Iniciação Científica ou como Estagiário Voluntário em Pesquisa.

Infraestrutura de Apoio

O Programa dispõe de Infraestrutura de Secretaria, Laboratórios, de Pesquisa ( Análise de Movimento e Reabilitação, Biologia Celular, biologia Molecular, Epidemiologia Clínica, Farmacociências, Fisiologia Comportamental e Metabólica, Fisiologia Experimental, Fisiologia Translacional, Genética Toxicológica, Imunologia Celular e Molecular, Imunoterapia, Microbiologia Molecular, Pesquisa em Avaliação Psicológica, Pesquisa em Patologia, Pesquisa em Reabilitação Pulmonar, Poluição Atmosférica), Unidade Bionalítica, Unidade de Esterilização, Central Analítica e Biotério, além de estar associado a vários outros laboratórios da universidade e de outras instituições), Sala da Informática, Biblioteca e Estrutura de Hospital-Escola.

Conceito CAPES

2013/2016: Mestrado e doutorado: Conceito 5

Arquivos

Linhas de Pesquisa

Aspectos pré-clínicos, clínicos e laboratoriais das doenças

  • Áreas de Concentração: Biologia celular e molecular, Epidemiologia e métodos diagnósticos, Terapêutica clínica e cirúrgica.
  • Orientadores: Antônio Nocchi Kalil, Cláudia Elizabeth Thompson, Cícero Armídio Dias Gomes, Cristina Bonorino, Elizandra Braganhol, Ernani Luis Rhoden, Geraldo Jotz, Helena Barros, Jenifer Saffi, Liane Nanci Rotta, Márcia Rosângela Wink, Margaret Weidenbach Gerbase, Paulo José Zimermann Teixeira, Pedro Alves d’Azevedo, Pedro Roosevelt Torres Romão, Vlademir Vicente Cantarelli.

Epidemiologia, educação e avaliação de tecnologias em saúde

  • Áreas de Concentração: Epidemiologia e métodos diagnósticos, Terapêutica clínica e cirúrgica.
  • Orientadores: Airton Stein, Analuiza Camozzato de Pádua, Caroline Buss, Caroline Tozzi Reppold, Cecilia Dias Flores, Cleidilene Ramos Magalhães, Eliana Wendland,Márcia Regina Vitolo, Margaret Weidenbach Gerbase, Silvio César Cazella.

Farmacologia e toxicologia: saúde e meio ambiente

  • Áreas de Concentração: Farmacologia e toxicologia, Terapêutica clínica e cirúrgica.
  • Orientadores: Cláudia Ramos Rhoden, Eliane Dallegrave, Helena Maria Tannhauser Barros, Maristela Ferigolo, Thiago Franco de Oliveira.

Fisiologia, Fisiopatologia e Reabilitação

  • Áreas de Concentração: Fisiologia e patogênese, Terapêutica clínica e cirúrgica.
  • Orientadores: Aline de Souza Pagnussat, Júlio Pereira Lima, Katya Vianna Rigatto, Marcelo Faria Silva, Marcia Giovenardi, Paulo Teixeira, Pedro Dal Lago, Pedro Romão, Renata Padilha Guedes, Rodrigo Della Méa Plentz.

Genética, biologia celular e molecular, biotecnologia e bioinformática

  • Áreas de Concentração: Biologia celular e molecular, Epidemiologia e métodos diagnósticos.
  • Orientadores: Adriana Seixas, Cláudia Elizabeth Thompson, Jenifer Saffi, Márcia Rosângela Wink, Marilu Fiegenbaum, Silvana de Almeida, Rafael Andrade Caceres.

Neurociência, saúde mental e desenvolvimento humano

  • Áreas de Concentração: Farmacologia e toxicologia, Terapêutica clínica e cirúrgica, Epidemiologia e métodos diagnósticos.
  • Orientadores: Aline de Souza Pagnussat, Analuiza Camozzato de Pádua, Caroline Tozzi Reppold, Daniela Centenaro Levandowski, Helena Maria Tannhauser Barros, Márcia Giovenardi, Renata Padilha Guedes, Ygor Arzeno Ferrão.

Matriz Curricular

Regime Didático

O curso de Mestrado terá duração mínima de um ano e máxima de dois anos, e o de Doutorado duração mínima de dois anos e máxima de quatro anos. A partir de 2020, o número de créditos para integralização do Doutorado passa de 36 para 28 créditos e, o número de créditos para integralização do Mestrado passa de 24 para 20 créditos. Os alunos do Doutorado deverão realizar Exame Geral de Qualificação, OBRIGATORIAMENTE, após terem completado os créditos mínimos exigidos, no mínimo 24 (vinte e quatro) meses antes da defesa da tese (norma válida para ingressantes desde 2019). Alunos de doutorado ingressantes antes de 2019, podem qualificar no prazo mínimo de 12 (doze) meses antes da defesa da tese. A cada semestre será enviado aos alunos um cronograma com as datas e horários das disciplinas disponíveis. As inscrições nas disciplinas deverão ser efetuadas através do Portal do Aluno, quando aberto o prazo para matrículas (conforme será comunicado pela Secretaria de Pós-Graduação através de e-mail).

Disciplinas Obrigatórias para Mestrado e Doutorado

Disciplinas

CH

CR

Bioestatística

45

3

Bioética

30

2

Planejamento de Pesquisa

15

1

Seminários de Pesquisa I

15

1

Seminários de Pesquisa II¹

15

1

Prática Educativa e Docência em Saúde – teórica e prática

60

4

¹ Para obter o crédito referente à disciplina de Seminários de Pesquisa II, o aluno deve assistir às defesas ocorridas no PPG-CS. O aluno deve assinar a lista de presença e permanecer durante toda a defesa no recinto solicitando assinatura do orientador da defesa assistida ao final no Formulário de Avaliação Crítica

Após completar 15h de defesas assistidas, o aluno deverá entregar todos os formulários na Secretaria de Pós-Graduação. É de responsabilidade do aluno tomar nota de quantas defesas assistiu e informar a secretaria para a validação do crédito, que equivale a quinze horas (15h). As horas das defesas serão contabilizadas conforme o que segue:

  • Mestrado: Equivale a uma hora e meia (1h30min);
  • Qualificação de Doutorado: Equivale a três horas (3h);
  • Doutorado: Equivale a quatro horas e meia (4h30min).

 Disciplina Obrigatória apenas para Doutorado

Além daquelas comuns ao Mestrado, o aluno deverá cursar a disciplina de Prática Didática II:

Disciplina CH CR
Prática Didática II 15 1

Total de créditos obrigatórios Mestrado: 12

Total de créditos obrigatórios Doutorado: 13 (12 do mestrado + 1 de Prática Didática II)

Disciplinas Eletivas/Optativas

As disciplinas eletivas/optativas serão ofertadas de acordo com a disponibilidade dos professores regentes, mediante aprovação da Comissão Coordenadora do PPG.

Disciplina CH CR
Introdução à Epidemiologia Clínica 60

4

Seminários Internacionais¹ 15

1

¹ Para obter o crédito referente à disciplina de Seminários Internacionais, o aluno deve comprovar, por meio da entrega de um portfólio com todos relatórios reunidos (desenvolvidos conforme questionário modelo) e da assinatura na lista de chamada, participação em 15 horas de atividades de conferências, palestras, oficinas internacionais. Serão consideradas apenas as atividades realizadas na UFCSPA. https://www.ufcspa.edu.br/documentos/ppg/ciencias-saude/relatorio-palestra.pdf

Para o cálculo das 15 horas que completam a carga horária necessária para aprovação na disciplina, deve-se considerar o seguinte critério:

  • Audiência em conferências = 1 hora e 30 minutos (cada)
  • Audiência em palestras = 1 hora e 30 minutos (cada)
  • Audiência em oficinas = número total de horas da atividade internacional (cada)  

Informações Adicionais 

    • Cada crédito corresponde a 15h/aula;
    • A contagem dos créditos é de responsabilidade do aluno;
    • Considera-se aprovado na disciplina o aluno que atinge nota igual ou superior a sete (7);
    • A frequência integral dos candidatos às atividades das disciplinas é obrigatória, podendo ser justificadas faltas até um máximo de 25%;
    • O aluno poderá solicitar cancelamento de matrícula de uma disciplina desde que não tenha transcorrido 20% do total das aulas da disciplina em questão. Para solicitar, o aluno deve enviar à secretaria do curso uma carta encaminhada para a Comissão Coordenadora do PPG-CS com justificativa para o cancelamento e ciência do orientador. O cancelamento de matrícula ficará sujeito à análise da Comissão Coordenadora;
    • O aluno reprovado numa disciplina poderá cursá-la novamente uma única vez. Caso não seja aprovado na segunda vez, será automaticamente desligado do programa;
    • A validação de créditos cursados em outros programas de Pós-Graduação ficará sujeita à análise da Comissão Coordenadora do Programa, desde que não tenham sido cursados há mais de quatro anos no mestrado ou há mais de oito anos no doutorado;
    • Poderão ser conferidos créditos por trabalhos publicados durante o curso de Mestrado ou Doutorado, que não componham o corpo da dissertação ou tese até um máximo de 06 créditos, obedecendo à seguinte pontuação, com revisão trienal: (verificar documento de área Medicina I)
    ◦ Publicação em periódico internacional A1 ou A2: 03 créditos
    ◦ Publicação em periódico internacional A3 ou A4: 02 créditos
    • Serão conferidos créditos por registro de Patentes: - 3 créditos: internacionais; - 2 créditos: nacionais;
    • Poderão ser conferidos créditos por Apresentação de Trabalhos em Congressos: 1 crédito para congressos internacionais fora do país; 1 crédito para 2 congressos nacionais ou internacionais no país;
    • Poderá ser conferido 01 crédito por publicação de capítulo de livro se houver correlação ao assunto do projeto do aluno;
    • Poderá ser conferido crédito por registro e desenvolvimento de software: 1 crédito para registro de software ou aplicativo; 2 créditos para desenvolvimento e registro de software ou aplicativo;
    Proficiência em Línguas Estrangeiras
    • Os alunos de Mestrado devem comprovar, até o final do curso, proficiência em Língua Inglesa;
    • Os alunos de Doutorado, além da proficiência em Língua Inglesa, deverão comprovar proficiência em outra língua estrangeira a sua escolha.

Grade de Horários 

Bancas e Defesas

Inscrição e seleção 

Processos Seletivos 2021

Seleção de mestrado e doutorado com bolsas 2021

Edital 01/2021 - Mestrado

Eleição de Comissão Coordenadora, Coordenador(a) e Vice-coordenador(a) do PPG-CS - Mandato 2021-2023


Seleções anteriores

Processo Seletivo 2020

EDITAL Nº 04/2020 - EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCAS DA SAÚDE: REGIME DE COTUTELA INTERNACIONAL

EDITAL 03/2020 - Eleição para representante titular e suplente discente

NOVO EDITAL PARA MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

BOLSAS DO PROGRAMA AÇÃO EMERGENCIAL COVID-19

PROJETO EM TELESSAÚDE

Ação Emergencial COVID-19

Mestrado

Doutorado

Processo Seletivo 2019

Doutorado e bolsas de estudo demanda social - Capes 

 Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior 

 Mestrado

Doutorado

RETIFICAÇÃO 01 AO EDITAL Nº 06/2018

Edital nº 06 de 10 de dezembro de 2018 

A Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde e a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, no uso de suas atribuições, torna pública a retificação do Edital nº 06 de 10 de dezembro de 2018, conforme indicado abaixo:

1. No anexo III, item 23 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “Bolsa IC (2 pontos por semestre)”

leia-se: “Bolsa IC e/ou bolsa de mestrado (2 pontos por semestre)”

2. No anexo XI, onde se lê: “Anexo XI”

leia-se: “Anexo IX”

Prof. Airton Tetelbom Stein, Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação

Prof. Cícero Armídio Gomes Dias, Coordenador do PPG-CS 

RETIFICAÇÃO 02 AO EDITAL Nº 06/2018

Edital nº 06 de 10 de dezembro de 2018 

A Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde e a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, no uso de suas atribuições, torna pública a retificação do Edital nº 06 de 10 de dezembro de 2018, conforme indicado abaixo:

1. No anexo III, item 17 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “(2 pontos por semestre)” leia-se: “(0,2 pontos por semestre)”

2. No anexo III, item 18 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “(0,5 pontos por semestre)” leia-se: “(0,2 pontos por semestre)”

3. No anexo III, item 19 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “(0,75 pontos por semestre)” leia-se: “(0,5 pontos por semestre)”

4. No anexo III, item 20 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “ou (3 pontos)” leia-se: “(0,3 pontos)”

5. No anexo III, item 21 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “ou (15 pontos por semestre)” leia-se: “(1,5 pontos por semestre)”

6. Exclui-se o item 22 do anexo III - Ficha de Avaliação do Currículo.

7. No anexo III, onde se lê: “ITENS 17 A 22 TREINAMENTO” leia-se: “ITENS 17 A 21 TREINAMENTO”

8. No anexo III, item 22 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “Bolsa IC (2 pontos por semestre) – MÁXIMO 30 pontos” leia-se: “(0,1 ponto por semestre)”

9. No anexo III, item 23 da Ficha de Avaliação do Currículo, onde se lê: “ (1 ponto por semestre)” leia-se: “(0,2 pontos por semestre)”

10. No anexo III, onde se lê: “ITENS 23 A 24 TREINAMENTO – MÁXIMA: 1,5” leia-se: “ITENS 22 A 23 TREINAMENTO – MÁXIMA: 1,0”

11. No anexo III, onde se lê: “ITENS 25 A 28 TREINAMENTO” leia-se: “ITENS 24 A 27 TREINAMENTO”

Prof. Airton Tetelbom Stein, Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação

Prof. Cícero Armídio Gomes Dias, Coordenador PPG/CS