Tiffany Prokopp Hautrive compartilha orientações nutricionais para encarar época de altas temperaturas no sul do país

Com a chegada do calor intenso ao Rio Grande do Sul, marcado por temperaturas que chegam a superar os 40 graus nas localidades mais quentes, manter-se bem hidratado e fazer escolhas alimentares adequadas tornam-se ainda mais importantes para garantir a saúde e o bem-estar. A professora do curso de Nutrição da UFCSPA, Tiffany Prokopp Hautrive, compartilha algumas orientações valiosas para enfrentar o calor com segurança e aproveitar o verão da melhor forma possível.

Refeições leves para enfrentar o calor

Em relação às opções na mesa, Tiffany aconselha refeições leves e nutritivas. "Saladas coloridas, grelhados de carnes magras, omeletes, sanduíches naturais, cereais integrais, iogurte com frutas são boas opções para enfrentar o calor excessivo", aconselha. 

A professora recomenda a moderação no consumo de alimentos processados e ricos em sódio, como conservas, embutidos, molhos industrializados e temperos prontos. “O aumento da temperatura corporal pode potencializar os efeitos negativos do excesso de sódio na saúde cardiovascular”, explica. Temperos naturais, ervas frescas e especiarias são as sugestões da professora para os preparos culinários. 

A quantidade de refeições também deve ser levada em conta para garantir o bem-estar individual. "Opte por fazer refeições menores e mais frequentes ao longo do dia em vez de grandes refeições pesadas para facilitar a digestão", sugere a professora.

As recomendações se estendem à forma de preparo dos alimentos para garantir os seus nutrientes essenciais. "Prefira métodos de preparo que preservem a integridade nutricional, como cozimento no vapor, alimentos cozidos, assados ou grelhados", recomenda.

Uma recomendação importante é evitar frituras e métodos de preparo que adicionem excesso de gordura, açúcar e sódio às refeições. “Assim se mantém a leveza das refeições e se otimiza a digestibilidade, especialmente quando as altas temperaturas podem impactar a eficiência do processo digestivo”, explica Tiffany.

Os cuidados com o armazenamento dos alimentos e a atenção aos prazos de validade precisam ser reforçados durante o verão. "Esses são fatores cruciais para a segurança alimentar em condições de calor. Mantenha práticas de higiene alimentar rigorosas para evitar a contaminação dos alimentos", aconselha. 

Cuidados com a hidratação

Para garantir uma hidratação adequada, ótimas opções além da água pura são a água de coco, os sucos naturais e as águas saborizadas com limão, laranja e hortelã sem adição de açúcares. “A hidratação é essencial para compensar as perdas de líquidos durante a transpiração intensificada que ocorre durante esses períodos” destaca a professora.

As frutas têm lugar de destaque na mesa durante o verão. "Considere a inclusão de alimentos com alto teor de água, como melancia, melão e pepino, em sua dieta diária", destaca. Segundo ela, essa estratégia visa complementar a ingestão de líquidos e auxiliar na manutenção do equilíbrio hídrico.

“O consumo de frutas ricas em antioxidantes, como morangos, mirtilos e uvas”, acrescenta, “não apenas contribui para a saúde geral, mas também é importante para combater o estresse oxidativo causado pelo calor intenso”. Banana e abacate, ricos em potássio, também são opções interessantes para enfrentar o calor extremo, visto que auxiliam na regulação do equilíbrio hídrico e eletrolítico do organismo.

Bebidas açucaradas como sucos artificiais, sucos prontos com açúcar e refrigerantes devem ser evitadas, pois podem levar à desidratação e aumentar a sensação de sede.

Atenção à individualidade

Tiffany alerta que a conscientização sobre a individualidade na resposta ao calor é fundamental. “Condições específicas de saúde podem tornar algumas pessoas mais suscetíveis ao clima extremo e a adaptação das recomendações alimentares deve ser feita levando em consideração essas variáveis”, salienta.

Por este motivo, ela recomenda: consulte um profissional de saúde ou um nutricionista para receber orientações personalizadas, especialmente em casos de condições médicas preexistentes.