Produtos serão disponibilizados em vídeos para promover a educação permanente em saúde.

Imagem: divulgação

A pesquisa "Construção e validação de recursos educativos digitais para a saúde e segurança do trabalhador" foi publicada no volume 42 da Revista Gaúcha de Enfermagem. O estudo teve como objetivos construir recursos educativos digitais (REDs) destinados aos profissionais que atuam na atenção primária à saúde (APS) para a problematização da saúde e segurança no trabalho. A metodologia foi realizada em duas etapas: coleta de referências sobre saúde e segurança no trabalho e um análise de comitê de especialista, por meio da utilização do instrumento de validação de conteúdo educativo em saúde (IVCES). O artigo partiu da seguinte questão-problema: "Como promover a educação permanente em saúde (EPS) sobre saúde e a segurança no trabalho para a equipe de saúde da Atenção Primária à Saúde (APS)?".

O estudo busca alertar para a importância para os cuidados com saúde e segurança no trabalho dos profissionais que atuam nas unidades de saúde da Atenção Primária à Saúde (APS). Segundo os autores, estes temas "ainda não são abordados com a intensidade e profundidade que deveriam para proteger e promover a saúde diante dos diversos riscos que podem desencadear acidentes e doenças relacionadas ao trabalho". Para colaborar na resolução dos problemas enfrentados nesta área, foi realizada uma ampla busca na literatura científica sobre a saúde e segurança do trabalhador nas unidades de saúde, dentro de uma perspectiva da educação permanente em saúde (EPS), prevenção de acidentes e doenças, proteção e promoção da saúde, e o uso de recursos educativos digitais (REDs). A partir disso, foram definidos os temas para a construção de sete produtos (materiais didáticos), denominados REDs, para a saúde e segurança no trabalho na APS, sendo os mesmos validados quanto ao conteúdo por um Comitê de Especialistas que atuam na área, nos serviços de saúde e segurança do trabalho e por professores de universidades que realizam suas práticas de ensino na APS. Os produtos abordam os seguintes temas: RED1 – Saúde e segurança no trabalho na APS; RED2 – Riscos ocupacionais na APS; RED3 – Doenças ocupacionais na APS; RED4 – Norma Regulamentadora 32 (NR-32); RED5 – Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs); RED6 – Acidentes e incidentes do trabalho na APS; e RED7 – Registro de acidentes e incidentes do trabalho na APS. Estes produtos estão disponibilizados em formato de vídeo e a expectativa é de que os gestores das unidades de saúde utilizem esses REDs para reforçar os conhecimentos dos profissionais e priorizar a saúde e a segurança, individual e coletiva, das equipes de trabalho.

A íntegra do artigo pode ser conferida neste link.

São autores deste estudo:

  • Silvana Aline Cordeiro Antoniolli - Mestre egressa do PPG Enfermagem, Prefeitura Municipal de Florianópolis. Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis. Florianópolis,
    Santa Catarina, Brasil
  • Ana Paula Rossato Assenato - Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem
  • Bárbara Rodrigues Araújo - Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem
  • Vitória Eugênia da Costa Lagranha - Enfermeira egressa do Curso de Bacharelado em Enfermagem, Residente no Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Luccas Melo de Souza - Professor do Departamento de Enfermagem no Curso de Enfermagem.
  • Adriana Aparecida Paz - Professora do Departamento de Enfermagem no Curso de Enfermagem e Informática Biomédica. Professora do PPG Enfermagem