A Banda Comunitária da UFCSPA disponibiliza mais uma nova apresentação virtual: Wave, de   de Antônio Carlos Jobim, com arranjo do maestro Marcelo Rabello dos Santos. Na terça-feira (29) a música foi lançada oficialmente no canal da Banda Comunitária da UFCSPA no YouTube e nas redes sociais do Núcleo Cultural. Em estilo bossa nova, Wave é um clássico da música popular brasileira, gravada em álbum homônimo, em 1967, nos Estados Unidos.

Nesta apresentação, participaram 22 instrumentistas que tocam: flauta doce, clarinete, saxofones, escaleta, trompete, trombone, bombardino, violinos, violão, baixo elétrico, tamborim, metalofone, cajón, pandeiro, chocalho e bateria. Desde o início da pandemia, a Banda tem atuado virtualmente, totalizando nove canções gravadas, sendo duas junto com o Coral Virtual.

Live resgata história da Banda

Na noite de segunda-feira (28), o Núcleo Cultural promoveu uma live com o maestro Marcelo Rabello dos Santos, acompanhado dos instrumentistas do grupo Rô Santos e Sérgio Nunes Antonio, com mediação do educador Leo Rocha. No bate-papo, os participantes abordaram a história da banda, resgataram memórias e discutiram a experiência do grupo em tempos de pandemia e distanciamento físico.

“A Banda foi pensada para ser um projeto comunitário e itinerante, que pudesse funcionar fora da universidade, visitar lugares, espaços abertos, dispensando o sistema de som”, declara o maestro. Ele destaca que o projeto iniciou em 2013 na Zona Norte e depois foi criado o polo UFCSPA, na região central de Porto Alegre. A presença da banda na Zona Norte tem relação com o Distrito Docente Assistencial da universidade atuante na região.

Rô Santos, que faz parte da banda desde o primeiro encontro em agosto de 2013, recorda com afeto seu primeiro dia. “Nós ficamos num círculo e no centro estavam os instrumentos. O Marcelo pediu que escolhêssemos o instrumento que queríamos tocar. “Eu me senti como uma criança que podia escolher o seu brinquedo. Como sonhava em tocar piano, escolhi a escaleta que era mais parecido. Neste mesmo dia tocamos”.

Sérgio conta que comprou o saxofone no mesmo ano da criação da banda. Um amigo da Associação Alvo Cultural, parceira da Banda desde o início, viu o instrumento em sua casa e o convidou. O saxofonista destaca a importância da banda no despertar da criança para a música. “Sem banda não se faz música, músico nasce em banda. O primeiro contato de formação musical é a banda. Banda é fundamental!”, destaca o Sérgio. “Convido a todos que queiram tocar ou cantar. Venham até a UFCSPA que serão bem acolhidos”.

Rô Santos, que além de música é psicóloga, deixa seu recado: “Pra quem quiser manter a saúde, a arte é fundamental e a universidade está afinada com este conceito. A música é fantástica se você toca ou escuta”.

Pessoas interessadas em fazer parte da Banda Virtual podem entrar em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..