• Duração (carga horária total): 4.047 horas
  • Modalidade: Bacharelado
  • Integralização: mínima: 05 anos; máxima: 09 anos
  • Regime: seriado anual
  • Turno: integral (matutino e vespertino)
  • Número de vagas: 40 (quarenta)
  • Formas de ingresso: SISU
  • Autorização: Resolução do CONSUN nº 20 de 09/10/2014 

Coordenação

  • Juliana Maria Forain Miolo Schneider (coordenadora)
  • Rodrigo Ligabue Braun (vice-coordenador)
  • (51) 3303.8833 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Organização Curricular

O Curso de Química Medicinal está organizado de forma a atender a formação de um profissional com uma visão multidisciplinar para o planejamento e preparação de compostos biologicamente ativos, o estudo do seu metabolismo, interpretação do seu mecanismo de ação em nível molecular e a construção das relações entre estrutura química e atividade.

O Curso está estruturado para permitir ao aluno o desenvolvimento coerente e gradual, garantindo a complexidade da formação profissional, aquisição de conhecimentos e habilidades. A disposição da carga horária garante a proporcionalidade nas atividades teórico-práticas e atende as exigências dos Conselhos Federal e Regional de Química para a obtenção do diploma e direito ao exercício pleno das atribuições profissionais do Bacharel em Química.
 
A matriz curricular do Curso de Química Medicinal prevê o desenvolvimento de atividades teóricas e práticas, distribuídas e integradas através de três eixos que estruturam e direcionam o desenvolvimento das disciplinas: Básico, Específico e Aplicado com a seguinte composição:
  1. Eixo Básico – conhecimentos das disciplinas da área da Física e Matemática que são indispensáveis ao bom desempenho das disciplinas do Eixo Específico e Aplicado, bem como as disciplinas de Leitura e Interpretação Textual em Língua Inglesa e Redação Acadêmica para auxiliar na leitura e compreensão da literatura da área da Química e na elaboração de textos. Também pertencem a esse eixo as disciplinas para a formação humanística. Fazem parte deste eixo as disciplinas de: Leitura e Interpretação Textual em Língua Inglesa I e II, Cálculo I e II, Física Teórica e Experimental I e II, Álgebra Linear, Probabilidade e Estatística, Equações Diferenciais, Redação Acadêmica, História das Ciências da Saúde, Bioética, Sociologia e Antropologia, Educação e Saúde.
  2. Eixo Específico - inclui os conteúdos teóricos e práticos da Química que darão suporte para exercer as atividades de Bacharel em Química Medicinal. Fazem parte desse eixo as seguintes disciplinas: Química Estrutural, Química Geral I e II, Química Geral Experimental, Química Orgânica I, II e III, Química Inorgânica I e II, Síntese Inorgânica, Físico-Química I, II e III, Físico-Química Experimental I e II, Química Analítica I e II, Espectroscopia Molecular, Química Orgânica Experimental, Análise Instrumental I e II, Quimiometria, Biomoléculas, Química Quântica.
  3. Eixo Aplicado - os conhecimentos desenvolvidos neste eixo enfocam os conhecimentos para o Químico Medicinal atuar no planejamento e desenvolvimento de moléculas bioativas e para a compreensão da sua atividade no organismo. Fazem parte desse eixo as seguintes disciplinas: Perspectivas da Química Medicinal, Propriedade Intelectual, Projeto Baseado em Pesquisa Bibliográfica I e II, Biologia Celular e Tecidual, Biologia Molecular, Bioquímica Fundamental, Fisiologia, Farmacologia Básica, Farmacologia Aplicada, Desenvolvimento Experimental de Projetos I e II, Química de Heterociclos, Química Computacional, Química Medicinal, Ensaios Pré-Clínicos, Estudos Clínicos, Imunologia, Microbiologia, Química de Produtos Naturais, Química Bioinorgânica, Planejamento Molecular de Fármacos, Empreendedorismo e Inovação, Síntese de Substâncias Bioativas, Biotecnologia, Seminários Avançados, Optativa I e II, Trabalho de Conclusão de Curso I e II.
Para poder exercer as atribuições de um Bacharel em Química o aluno do Curso estará cumprindo a carga horária prevista na Resolução Ordinária nº 1511 de 12/12/1975 do Conselho Federal de Química. A Resolução prevê o cumprimento de, no mínimo, 540 horas em disciplinas básicas como Matemática, Física e Mineralogia, 240 horas em disciplinas de Química Geral e Inorgânica, 240 horas de Química Analítica (Análise Qualitativa, Análise Quantitativa e Análise Instrumental), 240 horas de Química Orgânica (Química Orgânica, Análise Orgânica e Bioquímica), 240 horas de Físico-Química e 240 horas de disciplinas relacionadas à Química. A matriz curricular proposta atende ou ultrapassa essas cargas horárias em todos os eixos.

Perfil do ingressante na UFCSPA

Espera-se que o público ingressante seja constituído de alunos oriundos de escolas públicas e privadas do Estado e do Brasil. Estudantes em busca da formação profissional em Saúde, com um sólido repertório de conhecimentos e cultura geral, senso crítico, iniciativa e disposição para a construção ativa dessa formação que, além de profissional é, também, humana.

Perfil do egresso do curso

O egresso do curso de Bacharelado em Química Medicinal deverá possuir sólidos conhecimentos teóricos e práticos para atuar com o planejamento, descoberta, invenção ou modificação, identificação e síntese de compostos biologicamente ativos. Também deverá ser capaz de compreender e propor farmoquímicos com efeitos terapêuticos para melhorar ou manter condições saudáveis para o corpo. Deverá ser um profissional com espírito científico, reflexivo e ético, capacitado a propor soluções eficientes e inovadoras para enfrentar os desafios da prática profissional, que envolverá a atuação em ambiente multidisciplinar, principalmente na área da saúde.

Dentre as competências e habilidades específicas, o egresso, caracterizado pelo espírito científico, reflexivo, ético e inovador, com habilidade de comunicação e liderança deverá ser um profissional capaz de:

  • Planejar, conceber, sintetizar e otimizar moléculas com efeitos terapêuticos
  • Utilizar modelos teóricos e computacionais para racionalizar e prever relações entre estrutura e atividade dos fármacos
  • Propor alternativas tecnológicas aos desafios da área da saúde a serem enfrentados com auxílio da Química Medicinal
  • Encontrar soluções eficientes, sustentáveis e ambientalmente corretas, atendendo as demandas dinâmicas e complexas da sociedade.