• Duração (carga horária total): 7.995 horas
  • Modalidade: bacharelado
  • Integralização: mínima 6 anos/ máxima 10 anos
  • Regime: semestral por disciplina
  • Turno: integral (matutino e vespertino)
  • Número de vagas: 100 (cem)
  • Formas de ingresso: SISU
  • Autorização: Decreto 50.165, de 17/02/1961
  • Reconhecimento: Decreto 54.234, de 17/09/1964
  • Renovação do Reconhecimento: Portaria MEC 1.153 de 22/12/2008.

Coordenação

  • Coordenadora: Maria Eugênia Bresolin Pinto
  • Vice-coordenador: Rodrigo Bernardes Cardoso
  • (51) 3303.8832 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. (e-mail da secretaria do curso)

Principais Áreas de Estudo

As Diretrizes Curriculares dos Cursos de Medicina apontam a necessidade de formar médicos generalistas, éticos e humanistas, críticos e reflexivos, aptos a atuar nos três níveis de atenção e comprometidos com o seu meio social. Neste sentido as principais áreas de estudo durante o curso de Medicina são: pediatria, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, medicina interna e medicina comunitária. O aluno terá a oportunidade de cumprir o currículo básico, essencial à sua formação e ainda construir um percurso próprio, conforme seu interesse e necessidades pessoais/profissionais que melhor se adequem ao seu aprendizado e campo profissional almejado, participando de maneira mais autônoma do seu processo de formação.

Atividades propostas indicam conteúdos nucleares – que ocuparão até 75% da formação do aluno e compreenderão os conteúdos, as atitudes e as habilidades fundamentais para a formação do médico, definidos a partir dos problemas mais freqüentes da população - a serem desenvolvidos em diferentes disciplinas; conteúdos vinculantes a serem desenvolvidos em atividades interdisciplinares e conteúdos complementares, a serem desenvolvidos de forma eletiva pelos alunos e que venham a ser não só enriquecedores, mas facilitadores e orientadores de sua formação.

Os dois primeiros anos contemplam disciplinas básicas; atividades de acolhimento ao aluno ingressante, ligadas e coordenadas por um programa de tutoria, que visam aproximar/vincular a realidade própria aos estudantes com o ambiente onde estão inseridos no ensino, na pesquisa e na extensão; atividades que propiciam a integração de conhecimentos vinculantes e complementares; período de tempo livre que visam propiciar ao aluno oportunidade de desenvolvimento de atividades que sejam indicadoras da sua própria definição profissional futura e do seu percurso de formação. 

Nos 3º e 4º anos, o aluno tem possibilidade de dar andamento à sua trajetória no curso, passando de análise e observação para a atuação. Neste período o aluno também conta com tempo livre, oferta de atividades complementares e integradoras, conforme seu interesse e necessidades formativas. 

Os dois últimos anos compõem o Internato, quando, além de observação, análise e atuação, o aluno estará apto a iniciar o processo de intervenção no contexto do meio em que estará inserido, levando-o a complementar o perfil que lhe foi proposto quando de seu ingresso no curso.

Perfil do ingressante na UFCSPA

Espera-se que o público ingressante seja constituído de alunos oriundos de escolas públicas e privadas do Estado e do Brasil. Estudantes em busca da formação profissional em Saúde, com um sólido repertório de conhecimentos e cultura geral, senso crítico, iniciativa e disposição para a construção ativa dessa formação que, além de profissional é, também, humana.

Perfil do egresso do curso

O médico formado na UFCSPA deverá ser capaz de promover a melhoria na qualidade de vida de seus pacientes e da sua comunidade através de atuação norteada por princípios éticos, embasada em conhecimentos sólidos e praticada com habilidade e competência.