• Duração (carga horária total): 4.755 horas
  • Modalidade: bacharelado
  • Integralização: mínima: 05 anos; máxima: 09 anos
  • Regime: seriado anual
  • Turno: integral (matutino e vespertino)
  • Número de vagas: 40 (quarenta)
  • Formas de ingresso: SISU
  • Autorização: Decisão da Congregação nº 15/2008, de 03/09/2008
  • Reconhecimento: Portaria n° 297 de 09 de julho de 2013.

Coordenação

  • Ana Amélia Antunes Lima (coordenadora)
  • Karin Viégas (vice-coordenadora)
  • (51) 3303.8842 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Organização Curricular

O curso de Enfermagem da UFCSPA está organizado em três eixos de formação, que representam as principais áreas de estudo do curso: Humanidades; Bases Biológicas para o Cuidado de Enfermagem; Instrumentalização para o Cuidado de Enfermagem.

Na 1ª série o curso oferece, no contexto do Eixo de Humanidades, disciplinas iniciais para o desenvolvimento do raciocínio científico. Também capacita para atividade de laboratório e inicia o estudo da morfologia e funcionamento dos seres vivos por meio do Eixo Bases Biológicas para o Cuidado de Enfermagem. Já no Eixo Instrumentalização para o Cuidado de Enfermagem, são desenvolvidos estudos sobre enfermagem e atualidade, cuidado humano, ética e exercício profissional, epidemiologia, saúde coletiva e saúde comunitária. Nesta série o aluno será inserido na comunidade (UBS), integrado com alunos de outros cursos da Instituição.

Na 2ª série, no Eixo Humanidades, segue o aprendizado dos métodos de pesquisa e subsídios de fundamentação para o desenvolvimento do ser. Quanto ao Eixo Bases Biológicas para o Cuidado de Enfermagem, os conteúdos têm a continuidade da área morfológica com ênfase em laboratório e patologias. E no Eixo Instrumentalização para o Cuidado de Enfermagem se dá o aprendizado do processo de enfermagem inserido ao cuidado humano.

Na 3ª série o aprendizado dos métodos de pesquisa tem continuidade no Eixo Humanidades. No Eixo Instrumentalização para o Cuidado de Enfermagem os conteúdos seguem com a prática do cuidado. Já no Eixo Bases Biológicas para o Cuidado de Enfermagem os alunos possuem conteúdos de farmacologia dos sistemas.

Na 4ª série, no Eixo Humanidades, os alunos desenvolvem o Trabalho de Conclusão de Curso fundamentado com os conhecimentos adquiridos durante o curso por meio das disciplinas de Pesquisa em Saúde VI e VII.

No Eixo Instrumentalização para o Cuidado de Enfermagem, a prática profissional contextualizada terá sua base nos estágios.

Além da organização por eixos, como um diferencial o curso oferece a disciplina Vivência Integradora, desenvolvida de forma transversal e em todos os semestres, a qual procura estimular nos estudantes a capacidade de integrar conteúdos discutidos nas disciplinas do semestre, refletindo sobre a relação e sua aplicabilidade no cuidado em Enfermagem.

Esta estrutura curricular, que ocorre da primeira à quarta série do curso, objetiva um desenvolvimento coerente e gradual do aluno, que permite atender a complexidade da formação pretendida, priorizando a aquisição de conhecimentos e habilidades necessárias à concepção clínica-terapêutica nas perspectivas ético-técnico-culturais.

Perfil do ingressante na UFCSPA

Espera-se que o público ingressante seja constituído de alunos oriundos de escolas públicas e privadas do Estado e do Brasil. Estudantes em busca da formação profissional em Saúde, com um sólido repertório de conhecimentos e cultura geral, senso crítico, iniciativa e disposição para a construção ativa dessa formação que, além de profissional é, também, humana.

Perfil do egresso do curso

O egresso do curso de Bacharelado em Enfermagem da UFCSPA deverá ter formação generalista, humanista, crítica e reflexiva. Um profissional qualificado para o exercício de enfermagem, com base no rigor científico e intelectual, autônomo e pautado em princípios éticos. Com capacidade para conhecer e intervir sobre os problemas/situações de saúde-doença mais prevalentes no perfil epidemiológico nacional, com ênfase na sua região de atuação, identificando as dimensões biopsicossociais dos seus determinantes. Ainda, estar capacitado a atuar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor da saúde integral do ser humano.

O enfermeiro egresso da UFCSPA estará capacitado para atuar em unidades básicas de saúde, ambulatórios de especialidades, hospitais e maternidades, consultórios, clínicas, domicílios, asilos e casas de saúde, escolas, instituições de ensino superior e empresas, ou seja, em todos os níveis de assistência à saúde, com enfoque nos níveis primário, secundário, terciário e quarternário, em diferentes contextos sociais e culturais.

Portanto, pretende-se formar um profissional que adquira, no decorrer de sua permanência na Instituição de Ensino Superior (IES), as seguintes habilidades e competências:

  • intervir no processo de saúde-doença, responsabilizando-se pela qualidade da assistência/cuidado de enfermagem em seus diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção, prevenção, proteção e reabilitação à saúde, na perspectiva da integralidade da assistência, conciliando as necessidades tanto dos seus clientes/pacientes quanto às de sua comunidade, e atuando como agente de transformação social nos diferentes cenários da prática profissional. 
  • desenvolver a identidade profissional e o senso crítico pautados em princípios éticos e valores morais aliados ao compromisso com a cidadania.
  • fomentar a práxis de enfermagem em ações multiprofissionais de forma interdisciplinar.
  • criar e promover situações de ensino nos diferentes campos de atuação da enfermagem.
  • usar adequadamente as tecnologias leve, leve-dura e dura para o cuidar em enfermagem;
  • gerenciar o processo de trabalho em enfermagem com princípios de ética e de bioética, com resolutividade tanto em nível individual como coletivo em todos os âmbitos de atuação profissional;
  • planejar, implementar e participar dos programas de formação e qualificação contínua dos trabalhadores de enfermagem e de saúde, compatibilizando as características profissionais dos agentes da equipe de enfermagem às diferentes demandas dos usuários;
  • planejar e implementar programas de educação e promoção à saúde, considerando a especificidade dos diferentes grupos sociais e dos distintos processos de vida;
  • desenvolver, participar e aplicar pesquisas e/ou outras formas de produção de conhecimento que objetivem a qualificação da prática profissional;
  • respeitar o código ético, os valores políticos e os atos normativos da profissão;
  • colaborar na dinâmica do trabalho institucional, reconhecendo-se como agente desse processo, participando da política e do planejamento em saúde.