Representantes de universidades gaúchas reuniram-se nesta segunda-feira, 1, para tratar de iniciativa alinhada à Agenda 2030 da Organização Mundial da Saúde

Pró-reitores de extensão da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre e de outras instituições de ensino participaram de reunião na última segunda-feira, 1, com a diretoria da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio Grande do Sul. O encontro discutiu a viabilidade de lançamento de um edital de fomento à pesquisa e extensão alinhado à Agenda 2030 da Organização Mundial da Saúde.

Na ocasião também esteve presente integrante da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul, que contribuiu com a experiência da FUNDECT em chamadas públicas nos mesmos moldes da iniciativa pretendida pelas universidades gaúchas. O edital proposto abrange os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da Organização das Nações Unidas (ONU) e indica aplicações práticas com o envolvimento da extensão universitária.

A pró-reitora de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis, Mônica Oliveira, detalha que a Rede Gaúcha de Instituições para Educação Sustentável já conta com a participação, além da UFCSPA, da Universidade Federal de Pelotas, da Universidade Federal do Pampa, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul e do Instituto Federal Farroupilha.

"Vamos continuar trabalhando de forma colaborativa com a Fapergs. A perspectiva é de que as instituições de ensino superior organizem ainda neste segundo semestre o lançamento de um Observatório Gaúcho da Agenda 2030", projeta Oliveira.