O isolamento social é bastante efetivo no que diz respeito a não transmissibilidade do vírus. Ele pode ser feito com a pessoa permanecendo o maior tempo possível em sua casa ou, ao precisar sair, utilizar máscara, manter as mãos devidamente higienizadas e observar uma distância mínima entre ela e as demais pessoas. Para que essa distância seja efetiva, depende de alguns fatores, onde o principal deles é o fluxo de ar local. Lugares ao ar livre, bem ventilados, tendem a dispersar gotículas, potencialmente contendo partículas virais, mais facilmente; enquanto que locais fechados, como elevadores, por exemplo, podem facilitar a permanência das gotículas mais tempo no ar. Esse tempo de permanência do vírus no ar já foi descrito como de 15 minutos a 3 horas. A Organização Mundial de Saúde defende que o distanciamento físico entre as pessoas seja de no mínimo 1,5 metro (dois passos largos).

Fonte: Jones NR, Qureshi ZU, Temple RJ, Larwood JPJ, Greenhalgh T, Bourouiba L. Two metres or one: what is the evidence for physical distancing in covid-19? BMJ. 2020;370:m3223. doi:10.1136/bmj.m3223; https://redeaanalisecovid.wordpress.com/2020/09/01/um-metro-dois-metros-ou-mais-afinal-qual-e-o-distanciamento-fisico-seguro-contra-o-novo-coronavirus/