O teste rápido é um exame imunocromatográfico que serve para detectar se a pessoa que contraiu a COVID-19 está produzindo anticorpos em reação ao vírus, que são as imunoglobulinas IgM e IgG. As IgM são os primeiros anticorpos a serem produzidos quando vírus ou bactérias atacam o organismo indicando, assim, infecção na fase ativa. Já os anticorpos IgG atuam na fase mais tardia da infecção. Esse teste não é diagnóstico, mas importante para estudos epidemiológicos e auxilia na identificação dos indivíduos assintomáticos que já foram expostos ao vírus.

Fonte: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca; Markoski MM, Bica CG (organizadoras). Biossegurança e pesquisa em tempos de COVID-19. Editora da UFCSPA, 112p. 2020.