Dados divulgados pelo laboratório revelam intensa produção de materiais para proteção de profissionais de saúde e para tratamento de pacientes

O Laboratório de Inovação, Prototipagem, Educação Criativa e Inclusiva (Lipecin) divulgou esta semana os dados sobre a produção de equipamentos para o combate à Covid-19 que vem sendo realizada desde março deste ano. Em destaque, a produção de milhares de equipamentos de proteção individual (EPIs), laringoscópios e máscaras de proteção anti-viral.

Com a colaboração de doadores individuais ou coletivos - realizadas por membros das comunidades interna e externa via conta da Fundação Médica e da Santa Casa - e de doadores empresariais, como Faxon (Carvão Ativado), Additiva (bobinas de termoplástico), Jimo (Sílica), Braskem (bobinas de polipropileno) e Adufrgs – Sindical (impressora 3D FFF), foi possível produzir 2.265 escudos faciais e dezenas de laringoscópios utilizados no processo de intubação dos pacientes. Uma novidade que vem sendo trabalhada no laboratório, em colaboração com a UFRGS, são máscaras de tecido reforçadas com óxido de zinco, que têm ação bactericida, antiviral e fungicida. Trata-se de uma tecnologia patenteada pela UFRGS, cujo trabalho é conduzido pela designer e doutora em Engenheira de Materiais, Lauren Arrusul Carús.

Segundo a coordenadora do laboratório, professora Gisele Orlandi Introini, o equipamento de maior impacto social que vem sendo produzido no laboratório são os laringoscópios: "O valor de mercado desses instrumentos é de 20 mil dólares, enquanto o custo do nosso modelo é de 20 reais por unidade (com adição de câmera endoscópica de baixo custo)".  Os protótipos (adultos e pediátricos) foram desenvolvidos pelo bolsista de desenvolvimento institucional, Samuel W. Wolf,  e são realizados em colaboração com os professores Florentino Fernandes Mendes, Leandro de Freitas Spinelli e Simone Schneider Amaral. Adicionalmente, em parceria com a Engenharia Clínica, Eduard Braga, estudante do curso de Informática Biomédica, tem modelado peças para reposição de componentes de respiradores.

A força-tarefa do laboratório para a produção dos materiais é integrada por:

  • Ana Carolina Ribeiro Teixeira
  • André Peres
  • Andreia Gomes Aires
  • Cristian Zehnder
  • Claudia Giuliano Bica
  • Danielle da Silva Trentin
  • Diego Pissaia Ramires
  • Eduard Santos de Braga
  • Elizandra Braganhol
  • Endrigo Rafael Mildner
  • Everton Rodrigues Farias
  • Felipe Boeing
  • Fernando Dal Pont Morisso
  • Florentino Fernandes Mendes
  • Gabriel B. A. Aleixo
  • Gisele Orlandi Introíni
  • Giovanna Alves Gadelha
  • Guilherme Adams
  • Guilherme Amaral Bandeira
  • Guilherme Guimarães Scherengovski
  • Janira Prichula
  • Jenifer Saffi
  • Juliana Devos
  • Karine Rigon Zimmer
  • Katherine Alves Gadelha
  • Kerolainy Alves Gadelha
  • Lauren Arrusul Carús
  • Leandro de Freitas Spinelli
  • Leandro Pantera
  • Luis Fernando Marcelino Braga
  • Matheus Merino Duarte
  • Melissa Medeiros Markoski
  • Mônica F. Rosa de Lima
  • Patrick Carvalho Cabreira
  • Ravena Maya Cardoso da Silva
  • Rober Wagner Nunes Martins
  • Roberta de Almeida da Silva
  • Ricardo Castilho Wunderlich
  • Samuel W. Wolf
  • Simone Orlandi Introíni
  • Simone Schneider Amaral