2019

Selecionados na Chamada Regular SiSU UFCSPA 2019

 

 

 

Primeiro Chamamento da Lista de Espera

Segundo Chamamento da Lista de Espera

Terceiro Chamamento da Lista de Espera

Quarto Chamamento da Lista de Espera

Quinto Chamamento da Lista de Espera

Calendário de Chamamentos e Matrículas da Lista de Espera

 

Divulgação da Lista de Convocados

Matrícula Presencial

1º Chamamento

08/02/2019

11/02/2019

2º Chamamento

15/02/2019

18/02/2019

3º Chamamento

22/02/2019

27/02/2019

4º Chamamento

08/03/2019

11/03/2019

5º Chamamento

18/03/2019, até as 18h30

De 18 a 20/03/2019, das 9h às 17h

 

 

2018

 

2017

2016

Convocações

CHAMAMENTO COMPLEMENTAR FINAL do Edital 17/2016

24/03/2016

  • Listagem de candidatos
  • Prazo final para  matrícula:  28/03/2016
  • Horário para matrícula: das 9h às 16h
  • Local: DERCA (prédio 1, térreo)

 

23/03/2016

  • Listagem de candidatos
  • Prazo final para  matrícula:  24/03/2016
  • Horário para matrícula: das 9h às 16h30
  • Local: DERCA (prédio 1, térreo)

 

 

Sexto chamamento
  • Edital 17/2016: convocação complementar da Lista de Espera para ocupação de vagas remanescentes ofertadas pelo SiSU nos cursos de graduação da UFCSPA
  • Notas sobre o Edital 17/2016:
    • Na lista publicada, no curso de FISIOTERAPIA, onde se lê "LUISA BASSOA DA SILVA", leia-se "VITOR DALPIZOL LOPES".
    • Chamamento complementar ao Edital 17/2016 para ocupação de novas vagas:
      Curso Turno Inscrição Nome Nota Ordem Modalidade
      ENFERMAGEM Integral 151000259678 LUANA SAIBRO DE CASTRO 615,04 1 Ampla Concorrência
      MEDICINA Integral 151000233896 JOAO PEDRO PAGANI POSSEBON 767,44 1 L3
      MEDICINA Integral 151004186384 TALES HENRIQUE SOARES PASE 765,18 2 L3
      TOXICOLOGIA ANALÍTICA Noturno 151007874206 RODRIGO SANTOS HUFF 553,26 1 Ampla Concorrência
    • Chamamento complementar ao Edital 17/2016 para ocupação de novas vagas:
      Curso Turno Inscrição Nome Nota Ordem Modalidade
      MEDICINA Integral 151001216199 JOSE FLAVIO DE OLIVEIRA NETO 787,76 1 Ampla Concorrência
      MEDICINA Integral 151001350083 LUCAS VINICIUS SERAPHIM MAKARAUSKY 787,72 2 Ampla Concorrência
      MEDICINA Integral 151005027670 MURILO CAVALCANTE NETTO DO CARMO 787,54 3 Ampla Concorrência

 

Quinto chamamento
  • Edital 16/2016: convocação complementar da Lista de Espera para ocupação de vagas remanescentes ofertadas pelo SiSU nos cursos de graduação da UFCSPA
  • Notas sobre o Edital 16/2016
    • A relação foi modificada devido a observação de equívoco na relação de candidatos na lista anteriormente divulgada.
    • Na lista publicada, no curso de Tecnologia em Alimentos, onde se lê "BRUNO LEONARDO BRAGA LUZES", leia-se "YAN MORON ROSA".
Quarto chamamento
Terceiro chamamento
  • Apenas os candidatos relacionados nas listas de convocados devem realizar a matrícula no dia 29/02. Se o nome não constar na lista, é porque não foi selecionado. Haverá outros chamamentos, caso ainda restem vagas não ocupadas.
Segundo chamamento
  • Apenas os candidatos relacionados nas listas de convocados devem realizar a matrícula no dia 22/02. Se o nome não constar na lista, é porque não foi selecionado. Haverá outros chamamentos, caso ainda restem vagas não ocupadas.
Primeiro chamamento

Listas de espera

  • Listas de espera: as listagens expressam somente a nota de classificação de todos os candidatos para cada modalidade de ingresso. (retificado em 05/02/2016)
    • Ampla concorrência
    • Lista de espera L1 - candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas
    • Lista de espera L2 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas
    • Lista de espera L3 - Candidatos que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
    • Lista de espera L4 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

2015

 

Lista de Espera

  • Listas de espera: após o 1º chamamento, o Sisu disponibilizará a lista de espera para que a instituição ocupe as vagas não ocupadas. As listagens expressam somente a ordem de classificação de todos os candidatos para as seguintes modalidades de ingresso:
    • Ampla concorrência
    • Lista de espera L1 - candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas
    • Lista de espera L2 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas
    • Lista de espera L3 - Candidatos que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas
    • Lista de espera L4 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

2014

2013

2012

Veja também: Dúvidas frequentes sobre a UFCSPA


Como é o processo de seleção e ingresso à Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)?

O ingresso à UFCSPA é feito a partir do Sisu, que utiliza a nota obtida no Enem. Para concorrer no processo seletivo de 2020, é preciso ter feito o Enem 2019 e depois se inscrever no SiSU pelo site sisu.mec.gov.br.

O candidato foi aprovado no Sisu para ingresso em um dos cursos da UFCSPA, mas não reside no estado do Rio Grande do Sul e sim em outro Estado da federação. Neste caso é necessário realizar a matrícula presencial nos dias estipulados pelo calendário do Sisu?

Sim. De acordo com o edital Prograd nº 02/2020, estão previstas apenas matrículas presenciais.

Não posso comparecer no dia da matrícula: o que fazer?

O candidato deverá designar um procurador e este deverá comparecer na data, local e horários descritos na convocação, portando toda a documentação necessária para realizar a matrícula, bem como procuração específica para os atos da matrícula e documento de identidade.

Contudo, a matrícula dos candidatos selecionados pelas Cotas reservadas para autodeclarados negros (pretos/pardos) - L2, L6, L10 e L14 – ocorrerá EXCLUSIVAMENTE na modalidade presencial, não sendo permitido o procedimento de matrícula por procuração.

É necessário ter mais de 18 anos para realizar a matrícula?

Não. O(a) candidato(a), mesmo não tendo completado 18 anos, deve assinar as declarações e comparecer no período previsto para  os procedimentos de matrícula, sem a necessidade de estar acompanhado por pai ou responsável.

Candidatos de nacionalidade estrangeira podem se candidatar aos cursos da UFCSPA através do SiSU?

Candidatos de nacionalidade estrangeira também podem participar do processo de seleção a partir do Sisu, utilizando a nota do Enem. Para isso, precisam apresentar Declaração de Equivalência de Estudos, conforme a Resolução nº 155/1980, do Conselho Estadual de Educação/RS.

A UFCSPA possui sistema de cotas?

Sim. A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) definiu que destinará 50% de suas vagas em 2020 para cotistas.

O percentual de vagas reservadas para alunos de escolas públicas será dividido em quatro modalidades. As modalidades distinguem os alunos com renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e autodeclarados pretos, pardos ou indígenas também de acordo com a renda. Independentemente da modalidade, só poderão se inscrever como cotistas alunos que cursaram todo o Ensino Médio em escola pública.

Quais são as modalidades de cotas na UFCSPA?

As vagas oferecidas pelo Processo Seletivo SiSU/UFCSPA, reservadas pela Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012 (Reserva de Vagas para Escola Pública), assim como pela Lei nº 13.409, de 28 de dezembro de 2016 (Pessoa Portadora de Deficiência), serão distribuídas conforme o Termo de Adesão. De acordo com a nomenclatura a seguir:

Modalidade L1 – candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 (um vírgula cinco) salário mínimo, que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Modalidade L2 – candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 (um vírgula cinco) salário-mínimo e que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Modalidade L5 – candidatos que, independentemente da renda familiar, tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Modalidade L6 – candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda familiar, tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Modalidade L9 – candidatos com deficiência com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 (um vírgula cinco) salário mínimo, que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Modalidade L10 – candidatos com deficiência, autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 (um vírgula cinco) salário-mínimo e que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Modalidade L13 – candidatos com deficiência que, independentemente da renda familiar, tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Modalidade L14 – candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda familiar, tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras.

Candidatos que cursaram parte do ensino médio em escola privada podem concorrer à reserva de vagas (cotas)?

Em conformidade com o Decreto nº 7.824, de 11 de outubro de 2012, não poderão concorrer às modalidades de Reserva de Vagas os candidatos que tenham, em algum momento, cursado o ensino médio no todo ou em parte, em escolas da rede privada de ensino, filantrópicas ou comunitárias, mesmo na condição de bolsistas. Estes candidatos deverão concorrer pela modalidade de Ampla Concorrência.

O que é o Enem?

A finalidade primordial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a avaliação do desempenho escolar e acadêmico ao fim do ensino médio. As informações obtidas a partir dos resultados do Enem são utilizadas para acompanhamento da qualidade do ensino médio no País, na implementação de políticas públicas, criação de referência nacional para o aperfeiçoamento dos currículos do ensino médio, desenvolvimento de estudos e indicadores sobre a educação brasileira e estabelecimento de critérios de acesso do participante a programas governamentais. O Enem serve também para a constituição de parâmetros para a autoavaliação do participante, com vistas à continuidade de sua formação e à sua inserção no mercado de trabalho. Além disso, o Enem tem sido usado com sucesso como mecanismo de acesso à educação superior, tanto em programas do Ministério da Educação – Sisu e Prouni –, quanto em processos de permanência – Fies. Também tem sido utilizado em processos de governos estaduais e da iniciativa privada.

Como faço para me inscrever para esse exame?

Para obter outras informações sobre o Enem e fazer a sua inscrição no exame, acesse o site http://www.enem.inep.gov.br.

O que é o Sisu?

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação, por meio do qual as instituições públicas de educação superior participantes selecionam novos estudantes, exclusivamente pela nota obtida no Enem realizado em 2019. Na UFCSPA o processo seletivo do SiSU a ser realizado no início de 2020, selecionará candidatos apenas no primeiro semestre do ano, mesmo para cursos que iniciam no segundo semestre.

Como faço para me inscrever neste sistema?

Para obter outras informações sobre o SiSU e acompanhar as últimas notícias sobre as inscrições no processo seletivo de 2020, acesse o portal  sisu.mec.gov.br.

A UFCSPA considerará pesos diferentes entre as provas do ENEM para a classificação no Sistema?

Não. Todas as provas terão peso 1,0.

Para concorrer aos cursos da UFCSPA é necessário obter alguma pontuação mínima nas provas?

Sim. O candidato deverá obter nota mínima de 500 (quinhentos pontos) em cada uma das provas para se classificar para os cursos da Universidade.

O que é a chamada regular do SISU?

É o período de matrícula para os candidatos aprovados dentro do número de vagas ofertadas pelas instituições pelo Sistema de Seleção Unificado – SISU, conforme cronograma do MEC.

O que é Lista de Espera?

É a lista que contém todos os candidatos excedentes que manifestaram interesse em participar através do Sistema de Seleção Unificado – SISU e estão na expectativa da convocação para preenchimento das vagas remanescentes da Chamada Regular, nas datas estabelecidas no cronograma do MEC.

Por que abrem novas vagas durante o processo de matrícula SiSU?

As vagas derivam da não ocupação integral das vagas ofertadas na Chamada Regular ou pelos cancelamentos ocorridos durante o período dos chamamentos da Lista de Espera.

Como fazer para participar da Lista de Espera do SISU?

O candidato deve acessar o sistema SISU durante o período especificado no cronograma do MEC e, em seu boletim, clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da Lista de Espera do SISU.

Poderão manifestar interesse na Lista de Espera do SISU os candidatos não selecionados em nenhuma das opções na chamada regular e aqueles selecionados na segunda opção, independentemente de terem efetuado a matrícula. A participação na lista de espera está restrita à primeira opção de vaga do candidato.

Qual a diferença entre a Lista de Espera e os Chamamentos da Lista de Espera?

Na lista de espera, constam todos os candidatos que poderão, eventualmente, ser chamados para matrículas. A lista de espera apresenta a ordem de classificação. Esta lista não é uma convocação para matrícula.

Os chamamentos da lista de espera são as listas de convocação para matrícula. Se seu nome estiver no chamamento da lista de espera, você deverá realizar matrícula presencial na data indicada no quadro abaixo.

Não me inscrevi na Lista de Espera do SiSU, posso comparecer na UFCSPA em razão do bom desempenho no ENEM?

Não. Somente poderão participar da Lista de Espera da UFCSPA os candidatos que se inscreveram na Lista de Espera do SISU.

Posso trocar de modalidade ou de curso na Lista de Espera da UFCSPA?

NÃO. O candidato permanecerá na modalidade e curso indicados no ato de inscrição no SISU até o final do processo.

Como é feita a classificação na Lista de Espera da UFCSPA?

A classificação é feita de acordo com a nota do ENEM de cada candidato.

Como são convocados os candidatos da Lista de Espera?

As convocações são publicadas na página da UFCSPA, no endereço: http://sisu.ufcspa.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=88&Itemid=96 . Junto a lista dos candidatos convocados é divulgado um edital especifico com data, horários e local da matrícula. Somente quem foi convocado deve comparecer presencialmente para apresentar os documentos de matrícula.

Me inscrevi nas cotas, posso ser convocado nas vagas da ampla concorrência?

Sim. O candidato concorre nas duas listas: da ampla concorrência e a cota que selecionou na inscrição. Ao ser convocado em uma das listas, o candidato é automaticamente excluído da modalidade que não foi chamado.

A matrícula é presencial?

SIM. O candidato deverá comparecer na data estabelecida para matrícula. Se não comparecer presencialmente perderá a vaga na UFCSPA.

Já tenho outra matrícula em curso de Graduação: o que devo fazer?

A Lei 12.089, de 11 de novembro de 2009, “Proíbe que uma mesma pessoa ocupe 02 (duas) vagas simultaneamente em instituições públicas de ensino superior.” Candidatos que já ocupem vaga em algum curso da UFCSPA, terão a vaga cancelada no ato da matrícula no curso que está ingressando.

Candidatos que já ocupem vaga em outra instituição pública de ensino superior terão o prazo de 5 (cinco) dias úteis para cancelar a matrícula na instituição de origem. O documento que comprove que o candidato não possui mais o vínculo com outra instituição deve ser entregue na Secretaria do DERCA – Departamento de Registro e Controle Acadêmico (Prédio 1 – 1º andar – Sala 107) em até 10 (dez) dias úteis do início do semestre letivo.

Já sou graduado por outra instituição, existe algum tipo de seleção para ingresso de diplomado?

A UFCSPA oferece uma forma específica de ingresso para os candidatos que já possuem diploma de curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação. As Normas para Ingresso de Diplomados na UFCSPA estão disponíveis nesta Norma.

Quais são as formas de ingresso que a UFCSPA dispõe para candidatos de nacionalidade estrangeira?

Candidatos de nacionalidade estrangeira também podem participar do processo de seleção a partir do Sisu, utilizando a nota do Enem. Para isso, precisam apresentar Declaração de Equivalência de Estudos, conforme a Resolução nº 155/1980, do Conselho Estadual de Educação/RS.

Outra opção para candidatos da América Latina, Caribe e África é o ingresso via PEC-G (Programa Estudante-Convênio de Graduação). Pelo programa, estudantes estrangeiros dos países conveniados são beneficiados a cada ano com o acesso facilitado e vagas gratuitas em cursos de graduação nas instituições brasileiras. Os interessados em estudar no Brasil devem procurar as embaixadas brasileiras naqueles países para se interarem do processo de seleção de candidatos e da documentação exigida pelo programa. Cada estudante inscrito no PEC-G concorre com os candidatos dos demais países participantes a uma vaga nos cursos de graduação oferecidos pelas instituições brasileiras. Assim, o candidato poderá escolher dois cursos distintos, mas que pertençam à mesma área de conhecimento, bem como duas cidades brasileiras.

Para saber mais sobre o programa PEC-G, acesse o site.

Cursei Medicina em outra Universidade brasileira, mas abandonei o curso há algum tempo. Para ingressar no Curso de Medicina UFCSPA posso fazer um pedido de transferência?

O processo seletivo de Transferência Voluntária ocorre anualmente. Para participar desse processo é necessário estar cursando o mesmo curso no qual deseja ingressar pela UFCSPA. No caso de trancamento, abandono ou conclusão do curso em sua instituição de origem, a transferência não pode ser realizada. Nesses casos, é preciso participar do processo de seleção via Sisu, o qual utiliza a nota do Enem.

Existe alguma forma de financiamento ou bolsa Prouni na UFCSPA?

A UFCSPA é uma instituição pública e, portanto, gratuita. O Programa Universidade para Todos (Prouni), bem como programas semelhantes ao Financiamento Estudantil (Fies), têm como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais e o financiamento de cursos de graduação em instituições privadas de educação superior.

A UFCSPA considerará pesos diferentes entre as provas do ENEM para a classificação no Sistema?

Não. Todas as provas terão peso 1,0.

Para concorrer aos cursos da UFCSPA é necessário obter alguma pontuação mínima nas provas?

Sim. O candidato deverá obter nota mínima de 500 (quinhentos pontos) em cada uma das provas para se classificar para os cursos da Universidade.

Fiz a leitura de todo o edital e do Termo de Adesão divulgados em  e mesmo assim tenho dúvidas. Como posso esclarecê-las?

Se, mesmo após a leitura do edital e do termo de adesão  http://sisu.ufcspa.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=88&Itemid=96, você ficar com dúvidas é possível esclarecê-las por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. . Também é possível entrar em contato com a UFCSPA por meio das redes sociais.

Atenção: não serão fornecidas informações sobre os resultados por telefone, e-mail, redes sociais, via postal ou qualquer outra forma além daquelas especificadas no edital.

 

 

Relação candidato/vagas para os cursos da UFCSPA (clique aqui) 

 

Ponto de corte do SiSU para os cursos da UFCSPA (clique aqui)

 

 

Comissão Especial de Verificação das Autodeclarações Étnico-Raciais - SiSU 2021

 

Cotas para candidatos negros (pretos e pardos) e indígenas

 

Dúvidas frequentes sobre o processo de verificação da autodeclaração

O que são cotas para negros?

Com base na Lei 12.711/2012, a modalidade de cotas para negros é destinada a candidatos pretos e pardos (variações de negritude). Possui um caráter compensativo e distributivo. É compensativa, porque visa corrigir a discrepância existente na sociedade brasileira após quase 400 anos de escravidão e racismo. Também é distributiva, porque tem como objetivo permitir que mais negros tenham acesso ao ensino superior. Por essa razão, o direito às cotas é voltado a pessoas de raça negra.

Como o Brasil é um país essencialmente miscigenado, existem muitas variações nos tons de pele de nossa população e o racismo no Brasil se manifesta a partir das características físicas (fenótipo). As cotas são, acima de tudo, um instrumento antirracista e, por isso, apenas as pessoas negras (pretas ou pardas) têm direito às mesmas.

Como é avaliado se o candidato tem ou não direito a esta modalidade de cota?

Na data de realização da matrícula, o direito à modalidade será avaliado por uma comissão composta por cinco membros da Comissão Permanente de Verificação das Autodeclarações Étnico-raciais. A avaliação será presencial e levará em conta as características fenotípicas* dos candidatos, com base na Portaria Normativa n°4 de 06 de abril de 2018 do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Quem é a pessoa parda que tem direito a esta modalidade de cota?

A pessoa parda que apresente um conjunto  de características físicas visivelmente reconhecidas pela sociedade como pertencentes a pessoas negras.

Por que só a autodeclaração não basta?

A autodeclaração é um instrumento no qual a pessoa declara sua identificação com a raça. No entanto, ela não possui um caráter absoluto, já que pode interferir no direito de outras pessoas. Além disso, tem sido comum a existência de pessoas que tentam fraudar processos seletivos preenchendo este instrumento de forma inadequada, o que torna necessária a existência de uma verificação das informações prestadas. É dever da Administração Pública tomar todas as providências para evitar fraudes e vários dispositivos legais estabelecem a necessidade de verificação (ver a relação da legislação de referência abaixo).

Eu aliso o cabelo/pinto o cabelo e/ou tenho a pele mais clara do que minha mãe. Significa que posso ser excluído?

A avaliação será feita pelo conjunto das características da pessoa e não levando em conta somente o cabelo ou cor da pele. Se houver dúvidas quanto à decisão da Comissão, o candidato poderá preencher o recurso, o qual será avaliado por uma nova comissão com diferentes membros.

Decidir se alguém é ou não é negro não seria uma espécie de “tribunal racial”?

A comissão de verificação não tem como objetivo excluir pardos de pele mais clara do sistema de cotas, mas impedir que pessoas tentem burlar o sistema de acesso universal ingressando através de um sistema que visa incluir a população negra em um cenário predominantemente ocupado por brancos. Segundo o último censo do IBGE (2007), apenas 12,8% da população negra brasileira chega à universidade. Antes do sistema de cotas, este número era de 5,5%.

Autodeclaração = como a pessoa se sente e heteroidentificação = como a sociedade vê a pessoa

*Fenótipo – características físicas

Legislação:

Subcategorias

+

Cursos e Eventos

No events
+
Acesso à Informação Dados Abertos Em apoio a HeForShe Andifes SEI - Peticionamento Eletrônico
UFCSPA – Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
Rua Sarmento Leite, 245 - Centro Histórico
90050-170 Porto Alegre, RS, Brasil